Casa Real Portuguesa

Casa Real Portuguesa
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Login  

Compartilhe | 
 

 Mensagem SAR. D. Rosário 100 anos República.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rosa Faria



Mensagens : 44
Data de inscrição : 11/06/2010

MensagemAssunto: Mensagem SAR. D. Rosário 100 anos República.   Seg Out 04, 2010 11:03 pm

Discurso 5 Outubro 2010


Portugueses e portuguesas, o Estado Português evoca hoje o centenário da revolução republicana.

Os meses que antecederam esta fatídica data em 1910, foram marcados por uma enorme instabilidade politica, fomentada por gente sem escrúpulos, por gente ambiciosa, mas também por gente ignorante, a maioria filiados nas organizações secretas que agiam a favor da Inglaterra, cujas ambições sobre o enorme território ultramarino português, não tinham limites.

Relembremos que o regime monárquico então vigente, era um regime parlamentar, bastante evoluído em matéria de liberdade para a época.

O regime republicano que lhe sucedeu na data que hoje se evoca constituiu uma desgraça completa e um duro golpe no projecto de crescimento e bem estar do povo português.

Dezasseis anos de anarquia que levaram a nação quase à ruína e criaram o terreno propício ao aparecimento do regime do Estado Novo e da ditadura Salazarista não é passado do qual se possam orgulhar os ilustres partidários da república!

O regime dito democrático saído da revolução de 1974, deixou trás de si um rasto de muitos milhares de cadáveres, provocados por uma necessária mas muito mal conduzida descolonização que deu origem a guerras fratricidas cujos horrores ainda hoje não conhecemos a verdadeira dimensão.

A instalação da partidocracia e de um novo rotativismo conduziu Portugal aos mesmos erros e lugares comuns de há 100 anos atrás.


Portugal, é hoje um país sem rei nem roque, onde a falta de vergonha, a incompetência, a prepotência, estão a levar o povo à ruína comprometendo gerações futuras por via da destruição das estruturas de referencia e de um endividamento sem limites.

De que se orgulham e o que celebram hoje os republicanos? Desconhecemos!

Os órgãos de soberania que representam o estado republicano são o símbolo da miséria e da desgraça que se abateu sobre este nobre povo.

A Presidência da República está alheada do povo e nada faz no sentido de defender o interesse da nação.

O Governo endivida-se perante os credores internacionais, que são, diga-se sem pudor agiotas, com os quais o governo compromete o presente e o bem-estar das gerações futuras como quem vende a alma ao diabo.

Finalmente a magistratura que tem desempenhado um mau papel, negando a justiça quer em rapidez, quer em eficácia ao povo português, permitindo e desculpando tudo aos ilustres prevaricadores.

Um estado não se pode considerar de direito ou democrático quando estes pilares fundamentais, não funcionam ou funcionam muito mal como é o caso. Um Estado não tem futuro quando os exemplos não vêem de cima!

É pois com redobrada preocupação que na minha qualidade de representante da Casa Real Portuguesa dirijo estas palavras aos portugueses.

O caminho a que estes cegos que vos dirigem vos levam é o caminho do suicídio da destruição e ruína, não nos precisamos de alongar mais pois os efeitos estão à vista e já os tínhamos antecipado nas anteriores comunicações.

Esta crise é uma crise muito mais profunda, ao contrário do que vos querem fazer querer não é circunstancial nem passageira, veio para durar e pode destruir o vosso futuro, dos vossos filhos e dos vossos netos se não abrirem os olhos e continuarem a confiar o vosso destino nas mãos dos cegos que vos empurram para o abismo certo.

A crise é social, é de valores, é ecológica e económica representando o finar de um modelo, de um paradigma social que está esgotado.

O futuro já aí está, com as redescobertas tecnologias de energia limpa como o hidrogénio a energia solar e eólica a biomassa e os gasifiers com o seu potencial de produção de energia calor, eléctrica e combustível em escala caseira, novas formas de fazer agricultura como hidroponia ou a permacultura recuperadora de solos, mais rentável e menos esforçosa. Na área da saúde, novas medicinas e tecnologias mais eficazes e não invasivas e um sem número de novidades cuja principal característica são o baixo custo, a grande eficiência e a conquista por cada um da possibilidade de ser independente em energia e alimentação.

São pois os detentores do poder actual baseado no controlo e manipulação da energia, alimentação e saúde que ao não deixarem a sociedade dar o salto inevitável para a frente insistindo e tentando perpetuar um modelo que está falido e que se tem mostrado ruinoso para nações e até Continentes onde milhões sofrem o roubo e destruição da natureza e recursos, são pois dizia esses poderosos a causa da crise e da infelicidade do povo português e de outros povos por essa Europa e por esse mundo fora.

Os políticos, nada mais são que executores mais ou menos bem pagos servidores desses poderes a agir contra o interesse da população. Por isto é fácil perceber que mesmo quando mudam governos e políticos as politicas são as mesmas, esta é a razão da vossa ruína, este é o estado da República.

Só com uma Casa Real consciente dos seus deveres históricos e consciente da verdadeira origem dos problemas poderemos recuperar a “rés pública” e fazer de Portugal uma pátria exemplar para o mundo, onde as pessoas possam viver felizes.

É a hora dos portugueses despertarem e em colaboração com a Casa Real prepararem um futuro diferente onde o poder da nação esteja nas mãos do povo e não nas dos credores internacionais.

A Casa Real mais uma vez vem por este meio alertar consciências e demonstrar a disponibilidade evocada em anteriores comunicações de trabalhar graciosamente o tempo necessário até à recuperação económica de Portugal.

A pátria precisa de voluntários e de gente capaz de sacrifícios pessoais e financeiros em nome do bem estar e da liberdade do povo português.

Viva Portugal!

D. Rosário XXII duque de Bragança.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Mensagem SAR. D. Rosário 100 anos República.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Mercenários Brasileiros na República Dominicana
» [Internacional] Como o Super Tucano freou o "bombardeio de drogas" na República Dominicana
» BRASIL REPÚBLICA | 1906 ~ 1917 - Alegorias Republicanas.
» FAMOSO E RARO SELO DA REPÚBLICA ACREANA DE VALDEZ
» [Internacional] Brigadeiro Juniti Saito visita base aérea de caças Gripen na República Tcheca

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Casa Real Portuguesa :: D. Rosário XXII Duque de Bragança-
Ir para: