Casa Real Portuguesa

Casa Real Portuguesa
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Login  

Compartilhe | 
 

 Mensagem 1º Dezembro de SAR. D. Rosário 2008

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin


Mensagens : 273
Data de inscrição : 24/05/2010

MensagemAssunto: Mensagem 1º Dezembro de SAR. D. Rosário 2008   Dom Jun 06, 2010 9:15 pm



Comunicado da Casa Real de Bragança-Wettin

– 1 de Dezembro de 2008 –


Portugueses e Portuguesas!

Nesta hora difícil que o mundo atravessa impõe-se um momento de reflexão e serenidade, o qual nos permita encarar e enfrentar os difíceis tempos que se avizinham com tranquilidade e sabedoria.

Tranquilidade, porque de nada nos serve entrar em pânico (nesta tão louca correria onde depressa seríamos esmagados pelos inúmeros acontecimentos que nos ultrapassam).

Sabedoria, porque este é um tempo de dificuldades: agora é preciso aplicar todo o conhecimento na resolução e prevenção das situações que começam a ser evidentes aos olhos de todos, como aliás já havíamos anunciado e previsto em tempo passado.

Portugal é um País pequeno, mas grande nos homens e nos feitos, o qual teve no seu passado um fio de pensamento, e importante condutor da acção, através das dinastias.

A famosa derrota em Alcácer Quibir veio alterar profundamente este plano condutor dos destinos da Pátria, porque, naqueles areais, perderam-se muitos dos ilustres varões que constituíam a força anímica da nossa Nação.

Sabemos, pelos exemplos da História, que os povos tendem sempre a cumprir determinados planos e destinos civilizacionais. Porém, falta ainda cumprir-se Portugal!

Neste tempo que vivemos e em que ninguém sabe o que está mal ou o que está bem, em que tudo é incerto e derradeiro, é preciso voltar a sonhar com o Império, não um império material, mas um Império Moral e da Língua onde, através de novos exemplos e de uma nova forma de entender, no nosso pequeno mundo, possam os portugueses irradiar a sua bondade e os princípios de uma nova politica civilizacional para o Mundo em geral.

Cumprir Portugal significa materializar o sonho dos poetas e dos escritores como o foram Fernando Pessoa ou Agostinho da Silva.

Significa concretizar um País onde a criatividade das suas gentes seja libertada e incentivada, pois é esta criatividade sonhadora que nos dará mais objectivos a cumprir e novos rumos a seguir.

É, pois, com estas gentes – a verdadeira nobreza de Portugal – que, estou certo, se irão descobrir soluções para os diferentes domínios, desde a energia, à agricultura, passando pelo ambiente, pois a riqueza contida na capacidade inventiva dos portugueses vale muito mais do que todos os bens do Mundo, porque juntos vamos inventar e descobrir soluções que a Humanidade tanto necessita para a sua própria sobrevivência.

Não podemos portanto compactuar com insinuações anti-democráticas ou de ataque à democracia como alguns preconizam e tentam provocatoriamente pôr em prática, não para benefício da nação, mas do seu próprio ego.

Nunca escondemos que defendemos os princípios da democracia directa ou ciclos uninominais pois reconhecemos as imperfeições de um sistema partidário que se afasta cada vez mais dos cidadãos e funciona apenas numa lógica de auto-sobrevivência. Porém, jamais tomaremos posições afrontosas às instituições democraticamente eleitas.

Juntos cumpriremos Portugal.

Viva Portugal!

S.A.R. Dom Rosário, o Príncipe Real de Portugal e Duque de Bragança.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://casa-real-portuguesa.ativo-forum.com
 
Mensagem 1º Dezembro de SAR. D. Rosário 2008
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» 07 de Dezembro
» [BRA] RS - (CONFIRMADO!) Gamezone - 8 e 9 de Dezembro
» Orelhões terão Wi-Fi, SMS e mensagem de vídeo
» Mensagem no FMC 777/PSS
» DEZEMBRO - Calendário de Lançamentos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Casa Real Portuguesa :: D. Rosário XXII Duque de Bragança-
Ir para: