Casa Real Portuguesa

Casa Real Portuguesa
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Login  

Compartilhe | 
 

 Mensagem de 10 de Junho 2010 SAR. D. Rosário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin


Mensagens : 273
Data de inscrição : 24/05/2010

MensagemAssunto: Mensagem de 10 de Junho 2010 SAR. D. Rosário   Qua Jun 09, 2010 11:16 pm

Mensagem 10 de Junho
S.A.R D. Rosário XXII duque de Bragança


Portugueses e Portuguesas juntos, celebramos hoje o dia de Portugal e das Comunidades Portuguesas, celebra-se hoje o império, outrora o império territorial, hoje o império da cultura e da língua que une povos de diferentes continentes, mas com uma história comum.

Nos últimos anos e por sucessivos governos os nossos imigrantes e os lusos descendentes encontram-se ao completo abandono por parte das autoridades portuguesas.

Portugal aderiu também erroneamente à comunidade europeia, perdendo o completo controlo dos mecanismos de soberania e de estabilidade económica como seja o controlo da moeda.

Portugal perdeu o momento histórico de liderar a iniciativa de uma comunidade lusófona que seria hoje sem dúvida um potentado económico e cultural, para se tornar um país de periferia e mal colocado na cauda da Europa.

A hora é grave! E por esse motivo cumpre-me na qualidade de duque de Bragança e enquanto chefe da Casa Real Portuguesa e fazer um balanço da situação, deixar alertas, apontar caminhos.

Como está à vista de todos e já foi repetidamente alertado por nós, Portugal caminha a passos largos para a bancarrota, o descalabro económico.


A incapacidade de gestão dos actuais responsáveis políticos para não dizer a gestão danosa da coisa pública são já por demasiado evidentes, estando já a reflectir-se na bolsa de todos os cidadãos, quer com a infame diminuição dos míseros salários, redução de deduções fiscais etc. Que apenas quer dizer menos dinheiro no bolso dos portugueses. Mas não dos políticos…

Poderíamos estar melhor se o governo tivesse deixado cair os bancos privados há cerca de 2 anos atrás, quando os mesmos já se encontravam numa situação de obvia ruptura.

Para se entender melhor os motivos, pelos quais não o fizeram, deveremos seguir o rasto e perceber que os donos desses bancos privados são altas figuras ligadas aos dois maiores partidos portugueses e ao falso duque de Bragança, Duarte Pio.
Assim o governo e a oposição ao invés de defenderem o interesse publico agiram pelo contrário contra o povo português para manter a riqueza e o privilégio de meia dúzia de banqueiros ricos que ainda há dois anos falavam de viva voz na praça publica, mas que agora tentam passar despercebidos, enquanto vão fazendo as suas negociatas e mantendo a sua riqueza e estatuto à conta dos sacrificados portugueses.

O governo ao injectar centenas de milhões de euros nesses bancos privados, sacrificou a economia da nação e cada família em particular que está agora a ser vítima de um autêntico roubo mensal, de parte do seu ordenado para dar a esses banqueiros.

Melhor teria feito o governo em dar o dinheiro às famílias, para que elas pudessem honrar os seus compromissos com a banca evitando a ruptura económica das famílias e a perda dos seus bens.

As famílias estão agora a pagar duplamente à banca. Por um lado por via do autêntico roubo que foi a confiscação de parte do salário e do subsídio de férias para tapar os buracos dos bancos por outro por via do endividamento e compromissos que as famílias já tinham com a banca e futuramente como já anunciado com mais impostos para continuar a tapar esse e outros buracos.

Poderíamos estar melhor se os anteriores governos não tivessem entregue ao sector privado importantes e lucrativas empresas que estariam hoje a garantir uma economia mais forte e os cofres do estado mais recheados invés de estarem a encher bolsos privados.

Neste quadro de falta de ética e de vergonha, seria oportuno perguntar e trazer a publico a relação destas instituições bancárias/ grandes empresas e os partidos políticos nomeadamente na questão dos financiamentos das campanhas eleitorais.

O que se torna obvio é uma evidente tentativa de descapitalização da classe média e baixa para obrigar as pessoas a sujeitarem-se a todas e quaisquer cangas que lhes queiram impor. Para quebrar toda a capacidade de reacção.

Alerto os portugueses para o facto de haverem fortes indícios de uma queda do sistema financeiro ainda este ano, desde logo porque as informações vindas do outro lado do Atlântico, apontam para uma situação muito débil na bolsa de NY com fraca recuperação da economia americana e ainda uma grande instabilidade social com alguns focos de rebelião que se podem generalizar, mas que estão a ser abafados nos meios de comunicação.

Se tomarem atenção, podem observar que agora e de repente começaram a proliferar em todo o Portugal empresas que compram ouro, este facto não é obra do acaso e indicia que algo está para acontecer, quem tem dinheiro papel está a converter em valor seguro ou seja ouro.

Se me permitem dar-vos um conselho é que não vendam o ouro que tenham e se tiverem possibilidades e reservas financeiras retirem-nas dos bancos e comprem ouro em barra de forma a ficarem com alguma segurança caso o sistema financeiro venha abaixo como se torna a cada dia mais evidente.

Não acreditem nas garantias dos políticos por palavras porque, palavras leva-as o vento…

Como já alertei nos meus comunicados anteriores, com os actuais políticos e politicas, não há recuperação económica possível para Portugal e mesmo para o mundo que se deixou envolver nos tentáculos deste cancro do neo-liberalismo que se chama globalização. Portugal não produz e importa o que come além da energia petrolífera facto que inviabiliza qualquer recuperação.

Além da questão de assegurarem a vossa reserva financeira é muito importante, diria mesmo imperativo também, assegurarem a alimentação quem tenha terrenos que os cultive com horta e faça reservas de alimentos.

Atentos à gravidade da situação, avançámos com um blogue onde estamos a reunir informação que vos será útil a qualquer momento.

É por demasiado evidente que está na hora da mudança de regime, de políticos e de politicas. Como antes, mais uma vez manifesto a minha disponibilidade para servir os Portugueses.

A gravidade da situação exige dos políticos não apenas o exemplo de redução dos seus salários, de corte nas reformas duplas e triplas etc. nesta hora de sacrifícios que exigem ao povo, mas um serviço de voluntariado dos políticos à causa pública.

Quero com isto dizer que estou disponível caso os portugueses assim o desejem, caso os portugueses queiram uma mudança de regime, para servir voluntariamente Portugal e os portugueses até à recuperação total e inequívoca da situação económica.

Estou por isso disposto caso os portugueses me queiram como chefe de estado ou seja como rei, a trabalhar sem receber vencimento até à recuperação total da situação económica.

É da nossa opinião que os actores políticos passem a ser seleccionados não pela cor partidária nem pelos partidos, mas a partir do núcleo social que são as freguesias, os municípios. O povo deve conhecer quem exerce cargos públicos e poder estar perto dos políticos para os responsabilizar pessoalmente pela gestão da coisa pública.

Tenho ideias concretas para que todos os políticos desde as juntas de freguesia ao chefe de estado trabalhem patrioticamente em regime de voluntariado até à recuperação da economia, ideias que exporei em momento oportuno caso os portugueses se mobilizem no sentido de quererem mudar para uma vida melhor.

Cabe-vos a vós decidir o que querem para o vosso futuro, cabe-vos decidir se querem lutar por um futuro melhor ou preferem ficar de braços cruzados à espera que os actuais políticos vos retirem a tanga e vos deixem na pobreza completa e na mais degradante nudez moral e material.

Estou e estarei ao vosso lado se assim o desejarem.
Que as minhas palavras sejam a luz que vos ilumina a razão e acenda a chama da coragem para lutarem pela pátria!


Viva Portugal!

D. Rosário
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://casa-real-portuguesa.ativo-forum.com
Rosa Faria



Mensagens : 44
Data de inscrição : 11/06/2010

MensagemAssunto: Até que enfim!   Sex Jun 11, 2010 10:48 pm

Bem haja por aparecer alguém que se disponibiliza a ajudar Portugal sem interesse financeiro.

Os politicos portugueses, deviam corar perante este exemplo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin


Mensagens : 273
Data de inscrição : 24/05/2010

MensagemAssunto: re   Dom Jun 13, 2010 1:25 pm

Alerta-se os leitores para a pertinencia das palavras de S.A.R D. Rosário a respeito da urgencia das familias se prevenirem, há informações fidedignas da autentica corrida às reservas de metais preciosos, estando a ser dificil já a sua obtenção.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://casa-real-portuguesa.ativo-forum.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Mensagem de 10 de Junho 2010 SAR. D. Rosário   Hoje à(s) 5:41 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mensagem de 10 de Junho 2010 SAR. D. Rosário
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [BRA] [MBAC] 4º CBO (2010)
» FSFlyingSchool 2010
» Orelhões terão Wi-Fi, SMS e mensagem de vídeo
» Triologia Jak and Daxter chegando ao PS Vita em Junho/2013
» Copa do Mundo de Futebol 2010

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Casa Real Portuguesa :: D. Rosário XXII Duque de Bragança-
Ir para: